mudar de vida

Dicas Para Mudar de Vida

Num dos meus últimos artigos, falei sobre a importância de fazermos algo para mudar de vida, sempre e quando não estamos a conseguir aquilo que queremos.

 

O problema, muitas vezes, é que as pessoas não sabem por onde começar. Pois bem, deixo aqui algumas dicas que te poderão ajudar no processo de mudança de vida.

 

Descarregar em PDF

 

 

Dicas para Mudar de Vida

 

1 – Tomar consciência de que, para ter resultados diferentes no futuro, tem de se começar a agir de maneira diferente no presente

 

Este é o primeiro e o mais importante passo a dar antes de fazer qualquer outra coisa. A maioria das pessoas falha e não consegue mudar a sua vida precisamente porque não entende a importância desta etapa.

 

Tu até podes ter um motivo muito forte para quereres mudar de vida, mas se não mudares a tua forma de pensar, nunca conseguirás atingir o sucesso.

 

Necessitas expandir  a tua mente e “meteres na tua cabeça” a premissa de que: “se os outros conseguem, eu também irei conseguir”.

 

mudar de vida

 

 

2 – Começar a ler livros de desenvolvimento pessoal

 

Uma das primeiras e principais mudanças a acontecer é ao nível mental. Educa-te! Começa a ler bons livros de desenvolvimento pessoal, de auto-ajuda, de atitudes e comportamentos, de casos de sucesso, etc.

 

Isto irá ajudar-te a manter a motivação e concentrar-te em pensamentos positivos, alem de todos os outros benefícios da leitura.

 

Lembra-te que o teu pensamento dita o teu comportamento. Se o teu objetivo é ganhar 10.000€ por mês, tu tens que te transformar mentalmente na pessoa que já ganha 10.000€ por mês.

 

Neste caso, até te recomendo um excelente livro para começar: “Os Segredos da Mente Milionária”, de T. Harv Eker.

 

 

 

3 – Definir muito bem os objetivos a atingir

 

O que pretendes conseguir? Quais os sonhos que queres realizar? Ter mais tempo livre? Comprar um carro novo? Perder 10 quilos? Mudar de emprego? Criar um negócio próprio?

 

Faz uma viagem ao futuro e visualiza-te com os objetivos concretizados. Imagina o que sentirias ao atingir esses objetivos.

 

Lembra-te: se não sabes para onde queres ir, também não sabes qual o caminho a seguir.

 

DICA: escreve esse teu objetivo numa folha, em letras bem grandes, ou uma fotografia de algo que tu queres e fixa-os num lugar onde os possas ver todos os dias.

 

viagens

 

 

4 – Transformar esses objetivos em algo mensurável e definir os passos a dar até ao objetivo final

 

Se o teu objetivo final é perder 10 quilos, por exemplo, estabelece pequenas metas tais como: perder 1 quilo por mês. Isso já é o início para mudar de vida, certo?

 

Se o teu objetivo é teres o teu próprio negócio, define as etapas que tens passar até teres o negócio a funcionar.

 

Se não conseguires medir o progresso do teu objetivo, significa que ele não é real. Então tens que voltar atrás e redefinires mais concretamente esse objetivo.

 

 

5 – Fazer algo apaixonante

 

Muitas pessoas não estão satisfeitas com o seu emprego: trabalham muitas horas; não têm o tempo livre que gostariam de ter; sentem que não são bem remuneradas; não concordam com as chefias; … ou simplesmente estão a fazer algo de que não gostam.

 

Quaisquer que sejam os argumentos, o facto de estarem a fazer algo que sentem ser apenas por obrigação, cria desmotivação nas pessoas e, pior que isso, não irá contribuir para o sucesso pessoal.

 

Tenta trabalhar em algo que gostes realmente de fazer. Se não gostas do teu trabalho e não tens possibilidade de mudar de emprego, começa por fazer aquilo que realmente gostas, em part-time, nos teus tempos livres. Isso irá dar-te experiência, conhecimento e valor. E talvez um dia possas deixar o teu atual emprego e dedicar-te unicamente àquilo que gostas realmente de fazer.

 

Por exemplo, se o teu sonho é ser cantor(a), começa por fazer pequenos espetáculos entre familiares e amigos. Aprende e aperfeiçoa a tua técnica. Mais tarde, quando já te sentires bem a atuar para um público, começa a fazer sessões de karaoke. Depois grava um disco e apresenta-o a outros artistas. Coloca as tuas canções no Youtube. E se persistires e não desistires do teu sonho, talvez um dia sejas um(a) artista reconhecido internacionalmente.

 

praticar música

 

 

6 – Registar e celebrar os desafios ultrapassados

 

Por cada desafio que vais superando, faz um registo por escrito ou por imagem daquilo que já conseguiste. Este trabalho irá manter-te focado e motivado para fazer mais e melhor. Alem disso, significa que já estás mais perto do teu objetivo final. E merece ser celebrado.

 

Sim, celebra-o como se fosse a última vitória. Aliás, isso significa que o “mudar de vida” está mais perto.

 

 

7 – Aprender com os fracassos e não desistir

 

Seguramente, no decorrer do teu processo de mudança, vais falhar várias vezes. Os fracassos fazem parte do desenvolvimento e crescimento. Deves aprender com eles e não vê-los só como derrotas.

 

Recordando Thomas Edison, depois de sucessivos falhanços com a lâmpada elétrica, ele disse:

“Eu não falhei. Eu apenas descobri 10 mil soluções que não davam certo”.

 

aprender com o fracasso

 

 

8 – Seguir os mentores

 

Se procuras atingir determinado resultado, procura e identifica as pessoas que já conseguiram esses resultados. Eles irão ser os teus mentores e servirão de exemplo para ti. Nada melhor do que estudar e seguir os passos de quem já atingiu o sucesso.

 

Os teus mentores serão as pessoas mais indicadas para te ajudarem no teu processo. Eles já passaram pelo mesmo e sabem o que correu bem e o que correu menos bem. Seguindo as suas orientações, podes evitar muitos percalços.

 

Alem disso, eles serão também uma fonte de inspiração para ti.

 

 

9 – Envolver-se com as pessoas certas

 

Muitas vezes, quando iniciamos um processo de mudança nas nossas vidas, as pessoas que nos são mais próximas são as primeiras que nos “derrubam” dos nossos sonhos.

 

Os familiares e os amigos não são as pessoas certas. Eles que deveriam ser os primeiros a apoiarem-nos, geralmente, são os que tentem impedir de seguirmos os nossos sonhos. Eles não fazem isso por mal. Muito pelo contrário. Porque gostam de nós, eles apenas nos querem proteger de possíveis fracassos que poderão fazer sentirmo-nos mal.

 

Nestas alturas, talvez seja mais sensato dar ouvidos a quem já passou por um processo de mudança  semelhante (como os mentores, por exemplo), e que nos poderá apoiar e dar forças para continuar.

 

 

10 – Criar novos hábitos e rotinas

 

Se queres ter algo diferente, tens que fazer algo diferente. É importante criares novos hábitos e novas rotinas diárias para que sintas todos os dias que estás no processo de mudança.

 

A sugestão de leres um livro, pode perfeitamente ser uma nova rotina, se não gostas de ler. Estipula um momento do teu dia (antes de deitar, por exemplo) em que possas dedicar pelo menos 30 minutos diários à leitura. Pode ser difícil começar mas depois vais ver que não quererás parar.

 

Começa a fazer algum exercício físico. Alem de ser benéfico para a saúde, fará com que te sintas mais relaxado e com mais energia.

 

Novas rotinas irão ajudar a manter-te empenhado no teu processo de mudança e impedirão que desistas.

 

 

11 – Não seguir por atalhos

 

Quando é necessário mudares de uma determinada situação (A) para te posicionares numa situação (B), essa mudança implica um determinado esforço. Só conseguirás atingir o êxito total se seguires à risca o processo dessa mudança.

 

Não inventes, não sejas aldrabão, não uses “atalhos”, só porque pensas que é mais fácil e menos custoso. Sê tu próprio(a) e não procures imitar os outros, só porque achas que eles são melhores do que tu.

 

Mudar de vida implica desafios. Aceita os desafios e supera-os por ti mesmo.

 

desafios

 

 

12 – Ser mais solidário e contributivo

 

Umas das melhores formas de te sentires bem com a vida é estar preocupado em ajudar os outros. Quando fazes algo em que sentes que estás a contribuir para um mundo melhor, vais sentir-te muito bem e vais esquecer por momentos os teus próprios problemas.

 

Experimenta fazer alguma ação de voluntariado. Vais sentir que tens um poder enorme dentro de ti e que tu nem imaginavas que existia.

 

 

Existem muitas outras dicas que podem ajudar-te no teu processo de mudança. Mas se começares por fazer o 2º ponto, vais descobrir muitas mais dicas por ti mesmo.

 

Em suma, se tu queres algo diferente para a tua vida, começa já a fazer coisas diferentes. Se continuares a fazer exatamente o mesmo que fazes agora, terás exatamente os mesmos resultados que tens agora.

 

Se precisares de alguma ajuda no teu processo de mudança, entra em contacto comigo. Talvez eu te possa ajudar.

 

PARTILHA este artigo!

Seguramente estarás também a ajudar outras pessoas.

 

Forte Abraço,
Rui Magalhães

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *