Skip to main content
Bitcoin a Salvar Vidas

Bitcoin A Salvar Vidas – Caso de Vida Real

Hoje trago a história de um venezuelano que sobrevive apenas porque recorreu ao Bitcoin. Este caso de vida serve para refletirmos sobre a nossa situação financeira e sobre o controlo do nosso dinheiro.

 

Crise na Venezuela

 

Num artigo publicado pelo “The New York Times, conta o dia a dia de um cidadão venezuelano, numa altura em que a Venezuela atravessa uma grave crise política e financeira. Uma história impressionante que mostra que o uso das criptomoedas pode literalmente significar a sobrevivência de milhares de pessoas. Onde o Bitcoin está a salvar vidas!

 

Vale a pena ler o artigo (está em inglês, mas podes usar o tradutor do Google), pois relata a dificuldade dos cidadãos em usar o seu próprio dinheiro.

 

Atualmente na Venezuela, a taxa de inflação diária é cerca de 3% (sim, leste bem: 3% ao dia!). O que significa que, por cada dia que passa, o valor do bolívar venezuelano desce 3%. No ano de 2018, a taxa de inflação foi quase 1,7 milhões porcento.  

 

Milhares de venezuelanos recorrem às criptomoedas, em especial ao Bitcoin, para manterem o poder de compra. E também para evitarem que o seu dinheiro fique bloqueado nas suas contas bancárias. Trocam todo o dinheiro que têm por Bitcoins e mantêm as moedas “guardadas a 7 chaves” nas suas carteiras de Bitcoins, sob o seu total controlo.

 

LocalBitcoins.com

 

E sempre que precisam fazer compras, recorrem a plataformas peer-to-peer, como o LocalBitcoins.com, onde vendem pequenas quantidades (até 50 dólares) de Bitcoins a residentes locais. Encontram-se pessoalmente e recebem o dinheiro em mão, para evitar os bloqueios dos bancos.

 

Caso de Estudo

 

Os venezuelanos recorrem às criptomoedas para sobreviverem, pois a situação do seu país é crítica. Nós em Portugal, felizmente, não estamos a passar por uma situação tão dramática. Mas devemos usar este caso como exemplo para refletir sobre o controlo do nosso dinheiro e a forma como o usamos.

 

Será que é preciso uma crise financeira extrema, como a da Venezuela, para que as pessoas percebam, de uma vez por todas, que o sistema bancário tradicional já não é mais seguro, justo e confiável para gerir o nosso dinheiro?

 

Espero que quem leia este artigo possa refletir um pouco sobre o assunto e comece a pensar em soluções alternativas e viáveis para o futuro – não muito longínquo.

 

Aproveita e vê o vídeo da edição de hoje do CriptoDiário, e talvez te ajude a tirar as tuas conclusões.

 

Bitcoin – A Salvar Vidas

 

 

SUBSCREVER CANAL

 

 

O que farias se o teu banco bloqueasse a tua conta bancária, se tivesse mais de 50 euros?

Deixa a tua resposta num comentário abaixo.

 

Forte abraço,
Rui Magalhães

 

AVISO LEGAL: O conteúdo deste artigo NÃO constitui aconselhamento ou recomendação financeira. Trata-se apenas das minhas opiniões pessoais, com finalidade didática. Eu não sou responsável por qualquer decisão tomada por si, especialmente sobre investimentos financeiros. Cada pessoa é livre de tomar as suas próprias decisões e ações mas também é o único responsável por elas. O mercado das criptomoedas é muito volátil e apresenta grandes RISCOS nos investimentos. Eu RECOMENDO que adquira conhecimento sobre o tema, ANTES de efetuar qualquer tipo de investimento nesta área. Esteja consciente dos riscos e das possíveis consequências e NUNCA invista mais do que aquilo que está disposto a perder.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostavas de receber os novos artigos comodamente no teu email?

SUBSCREVE A NEWSLETTER!

Eu não faço SPAM! Receberás apenas novidades deste blog.

Obrigado por Seguires os Meus Artigos!