Skip to main content
ICO vs STO

ICO vs STO – Definições e Diferenças

Se andas no meio das criptomoedas, já deves ter lido ou ouvido termos como “ICO” e “STO”. O que é uma ICO? O que é uma STO? Quais as diferenças entre este 2 conceitos? Tudo isso aqui nesta edição do CriptoDiário.

 

O que é uma ICO?

 

ICO é a abreviatura de “Initial Coin Offering“, que traduzido à letra significa “Oferta Inicial de Moeda“. Só pelo nome já deves ter uma ideia do que se trata. Basicamente consiste na oferta de uma determinada quantidade de tokens ou criptomoedas, por parte de uma entidade, em troca de financiamento ou publicidade para um determinado projeto.

 

É uma forma nao regulamentada pelo qual um novo projeto pode angariar fundos, “oferecendo” ativos recém-criados. Esta prática é normalmente usada por startups para evitar o rigoroso e regulamentado processo de captação de capital, exigido por investidores de risco ou bancos. É semelhante ao conceito de crowdfunding, com a diferença de que os “apoiadores” que participam na ICO são motivados por um determinado retorno financeiro, com a possível valorização das “coins” recebidas.

 

O que é uma STO?

 

STO é a abreviatura de “Security Token Offering“, cuja tradução direta é “Oferta de Token de Segurança“. É também uma forma de captação de capital, tal como uma ICO, mas sem risco de fraude. Um security token é por definição, um token lastreado em ativos tangíveis e negociáveis (como lucro ou ações da empresa, imobiliário, outros ativos). Ou seja, quem recebe este tipo de tokens tem uma garantia de um determinado retorno financeiro.  

 

Além disso, uma STO tem de ser necessariamente aprovada por órgãos reguladores. E para isso, tem que estar devidamente documentada e regulamentada para que possa ser aprovada. Estes requisitos fazem com que estes tokens sejam apenas criados e disponibilizados por empresas devidamente legalizadas, com a finalidade de financiarem projetos credíveis.

 

ICO + Conformidade Legal = STO

 

Em 2017 foram lançadas muitas ICO’s que geraram milhares de milhões de capital inicial, em todo o mundo. No entanto, estima-se que 80% delas foram fraudes. A partir de 2018, as ICO’s perderam terreno para as STO’s que ofereciam mais proteção aos investidores de ativos digitais.

 

Vê agora o vídeo da edição de hoje do CriptoDiário, para que possas ter uma noção mais clara sobre ICO e STO, e as suas diferenças.

 

ICO vs STO – Definições e Diferenças

 

 

SUBSCREVER CANAL

 

 

Já investiste em alguma ICO ou STO?

Conta a tua experiência num comentário abaixo.

 

Forte abraço,
Rui Magalhães

 

AVISO LEGAL: O conteúdo deste artigo NÃO constitui aconselhamento ou recomendação financeira. Trata-se apenas das minhas opiniões pessoais, com finalidade didática. Eu não sou responsável por qualquer decisão tomada por si, especialmente sobre investimentos financeiros. Cada pessoa é livre de tomar as suas próprias decisões e ações mas também é o único responsável por elas. O mercado das criptomoedas é muito volátil e apresenta grandes RISCOS nos investimentos. Eu RECOMENDO que adquira conhecimento sobre o tema, ANTES de efetuar qualquer tipo de investimento nesta área. Esteja consciente dos riscos e das possíveis consequências e NUNCA invista mais do que aquilo que está disposto a perder.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostavas de receber os novos artigos comodamente no teu email?

SUBSCREVE A NEWSLETTER!

Eu não faço SPAM! Receberás apenas novidades deste blog.

Obrigado por Seguires os Meus Artigos!